VEJA AQUI INFORMATIVO DIÁRIO >>>

 ALMANAK
 
 
 

Home        Perfil        Torres Revista Digital        Galerias        Links        Vídeos        Contato

 

  Voltar

      


29/07/2016 00h00
 

SINUCA DE BICO
Ném_ném_ném...

 
La nave va: Navegar é preciso

                   

Especial para A FOLHA, Torres RS – 29 julho 2016

Enquanto o mundo se debate entre catástrofes ambientais, atos terroristas injustificáveis,e vãs ilusões, sempre  indispensáveis à manutenção da vida, o  cronista exulta. Há assunto para todas as penas: degradação do planeta, violência, o eterno retorno da esperança. Temas nobres, universais. Mas não consigo me desprender do Brasil. Diacho! Até parece amarração. Parece? Oressa! É isso mesmo. Das “mais marvada”. Como dizia  Tom Jobim: “Aqui (no  Brasil)  é ruim mas é bom...” Será mesmo?

Eis o que vai entre-nós:

A economia continua mal, andamos pra trás em 2015 e 2016, depois da paralisia de 2014. Desemprego ,  inflação e  juros não dão trégua. Autoridades monetárias mantêm Taxa Selic de 14,5%. Todo mundo endividado, Governo cada vez mais, agora na casa de R$ 4 trilhões em obrigações em moeda nacional , mais US 666,6 bilhões (em dólares)

Ainda assim, há pequenos sinais de retomada da confiança dos consumidores e empresários e uma promessa de que ano que vem as coisas melhorem. Tomara!

Do ponto de vista político, o impeachment segue seu curso, apesar da gritaria FORA TEMER!  O clamor é forte, até surpreendente , eis  que liderado por uma coligação muito abalada pela Mídia, mas, aparentemente, não endossado por 2/3  população , segundo Pesquisa Divulgada pelo Instituto Paraná:

Final de agosto encerra-se a novela e tudo indica que Dilma já era. Nunca torci por isso. Mas sou realista. Mais do que isso, vejo o impeachment em dois contextos: O primeiro, fim do ciclo da redemocratização, que projetou dois protagonismos: FHC, à frente de uma direita globalizante renovada  e Lula, à frente de um enigma chamado PT; segundo, o fim da Era lulo-petista, embaralhada na suas próprias contradições.

Na questão da crise do Governo Dilma, como em qualquer outra questão política, há que se ter em conta, sempre, a diferença entre causa efetiva e condição de possibilidade, a qual desliza rumo ao acontecimento, ao mesmo tempo em que já o contém. O acontecimento, por sua vez, é aquilo que irrompe, no bojo de um processo ou, ainda, que simplesmente o atropela e nos interpela com maior vigor. Não sei se isto já é possível no tocante ao impeachment, mas se, pelo menos entendermos tal acontecimento em sua genealogia, apontando além das causas , também as condições de possibilidade de ocorrerem, já seria um avanço metodológico.

 Para a cúpula do PT, esta avaliação tem  sentido mais prático do que teórico. Apesar do denúncia  de  “golpe”, o Partido não pode se isolar em “princípios”, afinal sobrevive sob o imperativo categórico da  ética da responsabilidade.  Há uma pergunta que não lhes dá trégua: - O que é mais importante no longo prazo: Dilma ou o PMDB? Ainda mais, agora, quando ela joga para o colo dos companheiros, a responsabilidade por uso indevido de recursos na campanha de 2014. Na Câmara dos Deputados, presidida por um Deputado do DEM, graças ao apoio da própria esquerda, o PT já participa ativamente da Nova Pauta. 

Temer atua, pois, cada vez mais, com menos inibições e já se prepara para afirmar, depois de retirar o último retrato de Dilma das repartições,   em cadeia nacional: “Eu sou o Governo”. 

Mas é um governo pela metade, tipo Sarney, até na duração: 2,5 anos. Contestado pela esquerda, visto com desconfiança por neo-liberais assustados com a gastança, olhado de soslaio pelo PSDB, mal visto internacionalmente,  reprovado pela Opinião Pública. Uma manobra da Folha de São Paulo ao noticiar os dados da última pesquisa ainda tentou esconder o fato de que a grande maioria dos brasileiros não querem NEM DILMA, NEM TEMER: QUEREM ELEIÇÕES JÁ. –

O problema é que ELEIÇÕES JÁ, como quer o povo, é muito difícil. Depende de uma dessas hipóteses: (1) Dilma e Temer, ambos, renunciarem; (2) que as eleições de 2014 sejam anulados pelo Tribunal Superior Eleitoral, processo em pauta.  Ainda que uma dessas hipóteses venha a ocorrer  nos próximos dias, ainda assim, seria inviável uma eleição presidencial em Outubro. Não dá tempo. De resto, com que lei eleitoral reger-se-ia tal pleito?

Chegamos, pois, às Olimpíadas, que foram concebidas como uma apoteose do Novo Brasil, prometido desde Collor, passando por FHC, sempre confiante “que o Brasil mudou”, depois por Lula, “o cara” que enterrou o passado,  numa sinuca de bico. Resta-nos olhar...olhar...olhar. Refletir.  E reconhecer que não há muito a celebrar. O Brasil até deu certo. Foi a China do século XX, com taxas de crescimento e modernização invejáveis que desembocaram na Constituição de 1988.  Mas está parado há 35 anos. Consumiu-se em tarefas políticas e não achou uma janela produtiva para o século XXI.  Hoje, é um  pesadelo, muito parecido ao que os moribundos enfrentam  diante da iminência da morte: O que fiz da minha vida...? O que faltou...?

Sinuca de bico: Nem Dilma, nem Temer, nem ELEIÇÕES JÁ!
 
0
   

 
 
 
 

08/12/2017
A QUESTÃO UNIVERSITÁRIA_Atualização dez17

20/11/2017
RS_TERRA-HOMEM-HISTÓRIA - Coletânea

19/11/2017
CHILE_Eleiçoes 2017

10/10/2017
CATALUNHA_Reflexões laterais

21/09/2017
LA MERKEL NA BERLINDA. MAIS DO MESMO

21/09/2017
O MILAGRE ALEMÃO

20/09/2017
Estudos Riograndenses . Coletânea -2017 Partes I a V

11/08/2017
RS_FINANÇAS PÚBLICAS - Coletanea P.Timm org

31/07/2017
VENEZUELA HOJE_Coletânea - P.Timm org.

07/07/2017
VER E VIVER EM PORTUGAL_Atualiz. Jul 07 - 2017

28/06/2017
DOUTRINO DO CHOQUE_Atualiz.

26/06/2017
VER E VIVER EM PORTUGAL_Atual.2017

17/06/2017
BASTA! - Coletânea CONJ.NACIONAL - P.TIMM org.

21/03/2017
A CRISE DOS FRIGORÍFICOS - Coletanea

19/03/2017
EMPREGO_INOVAÇÕES E ROBOTIZAÇÃO

15/03/2017
REFORMA DA PREVIDENCIA_Atualização Mar-15

13/03/2017
HÁ DE SER VER. HÁ DE...

04/02/2017
A FRANÇA DA HUMON _ Europa e reformaS- Coletânea

25/01/2017
TRUMP E AS ELEIÇÕES_2017 - Coletânea

04/10/2016
ELEIÇÕES 2016_Coletânea - P.TIMM Org. - out04

12/09/2016
ERA PETISTA_Atualização set12 - Parties II e I

03/09/2016
A DOUTRINA DO CHOQUE E O FIM DO NEOBERALISMO

13/08/2016
VER E VIVER EM PORTUGAL_Impressões_Indicações

10/08/2016
RIO 2016 - Dossiê

26/07/2016
O OCASO DO PT _Atualização 26-jul

23/07/2016
TURQUIA: GOLPE_AUTOGOLPE_CONTRAGOLPE-2016

22/07/2016
ESQUERDA, VOLVER! - Coletânea Alternativas Europa

22/07/2016
ESCOLA SEM PARTIDO (?) - Coletânea art. recentes

17/07/2016
A SEDUÇÃO COMO ENIGMA - Col.- P.TIMM org. Atualização

16/07/2016
MARX E O MARXISMO NO BRASIL_Coletânea

 

Ver todas >>>

 

 

 
 

PAULO TIMM - 2011 Copyleft - Esse site é adepto do COPYLEFT ficando livre a reprodução por todos os meios.